quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O sedutor mercado da bolsa



Investidores da blogosfera! Quero deixar claro desde o início desse post que minha intenção não é incentivar e nem desestimular ninguém a aplicar na bolsa. Particularmente eu invisto na Bolsa de Valores inclusive minha pequena carteira está disponível no post de patrimônio de 07/2017 .

Trago aqui a demonstração de uma ação que me chamou MUITO a atenção esse ano e me deixa um pouco triste de não ter percebido a oportunidade que estava a minha disposição. Iniciei minhas aplicações em 12/2016 investindo inicialmente em FII (Fundo de Investimento Imobiliário) fui bem feliz pois em apenas uma operação em 2 meses consegui o retorno de R$ 2 mil (para os meus patamares está bom).

Porém vamos retornar o assunto principal com nossa querida ação da MGLU3 (Magazine Luiza), utilizei como parâmetro o início do ano em  11/01-12/01 de 2017 o valor médio da ação era de R$94-95, ok um lote estava no valor de quase R$ 10 mil. Porém quem comprou um lote naquela época hoje (16/08/2017) com a ação no valor de R$ 480 teria lucrado +- R$ 38,5 mil! Cerca de 400% do valor investido! Isso é tentador! Somente quem estava posicionado no mercado na época conseguiu esse lucro!

Esse é apenas um exemplo otimista do mercado de ações e suas oportunidades, no próximo post pretendo trazer um exemplo negativo. Mas cabe a reflexão.

SERÁ QUE É SORTE?


terça-feira, 15 de agosto de 2017

A prova para Certificação CFP, como foi minha experiência



Galera fiz a prova de certificação para planejador financeiro realizado pela PLANEJAR, o CFP (Certified Financial Planner) é uma prova extensa! O inicio foi às 09 da manhã e terminou às 17:30 haja fôlego, parecia que estava fazendo uma maratona enquanto treinei para fazer uma corrida de 10km. Ainda houve um agravante, uma moça da minha sala desmaiou interrompendo a prova durante cerca de 30 minutos e os fiscais só incluíram 17 minutos no tempo total da prova. Consequentemente reduzindo o tempo de almoço de 1:30 para 1h gerando um tremendo stress pois os locais estavam todos cheios (recomendo levarem um lanche grande).

Final das contas acertei os pontos necessários para passar na prova de forma individual mas não consegui a somatória total de 70% do total dos pontos. 

Bom não irei desistir essa prova foi mais um treineiro.


sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Prevendo a taxa de juros (ETTJ)

Fonte:http://www.anbima.com.br/est_termo/CZ.asp

Quem dera se tivéssemos uma bola de cristal e conseguíssemos prever a taxa de juros, assim seria fácil operarmos DI Futuro, só que não, por enquanto só vou mostrar a ETTJ (Estrutura a Termo das Taxas de Juros Estimada).

Podemos notar conforme a curva dos títulos Pre fixados (LTN) que a redução da taxa de juros atingirá o seu mínimo em cerca de 252 dias úteis, após esse período haverá um ajuste gradativo com aumento da taxa.

Acredito que haverá mais dinheiro no mercado a partir do fim do ano e a economia melhore gradativamente, consequentemente com o aquecimento da economia haverá necessidade de ajuste para cima na taxa de juros com a finalidade de controle da inflação.

Se tiverem curiosidade segue um estudo mais aprofundado sobre o assunto:
http://www.susep.gov.br/setores-susep/cgsoa/coris/dicem/arquivos-ettj/1artigo_ETTJ_CORIS_14042011.pdf

terça-feira, 8 de agosto de 2017

A importância do planejamento da partilha antes mesmo do casamento


Hoje resolvi abordar um assunto pouco discutido em questões financeiras e possuí grande relevância considerando a pesquisa do IBGE de 2015 (http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/registrocivil/2015/default_xls.shtm) foram registrados 257.791 divórcios, ou seja, o patrimônio de 515.582 pessoas foram partilhados, são mais de meio milhão de pessoas!
Mas o que o divórcio tem a ver com nossa busca por independência financeira ou acúmulo de capital? Talvez você não seja casado ou já se casou e está muito bem ou nem pretende se casar nesse caso esse post serve como reflexão se você mudar de ideia.

A importância do planejamento da partilha antes mesmo do casamento vem a tona devido ao fato que ocorreu com um amigo e sua linda filha que se casou e se separou de forma traumática, vou chama-la de Fernanda (nome fictício).

Fernanda sempre teve o sonho de casar na igreja, realizar uma linda cerimônia e fazer uma festa de arromba, filha de casal católico seguiram a tradição, o pai da noiva pagou a festa e o pai do noivo pagou o apartamento para os novos pombinhos. Ambos desembolsaram R$ 300 mil um pai para pagar a festa e o outro pai para pagar um apartamento humilde de 2 dormitórios em um bairro não muito privilegiado. Fernanda se casou curtiu a lua de mel em Paris e viveram felizes para sempre... Só que não, Ricardo seu esposo após o primeiro mês decidiu-se que queria o divórcio pois não se adaptou a essa nova vida.

Fernanda indignada, raivosa e extremamente frustrada buscou seu advogado pois queria tudo o que tem direito, apesar de casada sob o regime de comunhão Universal de Bens,  descobriu que o apartamento doado pelo pai de Ricardo na verdade se tratava de uma doação somente a Ricardo com cláusula de incomunicabilidade, portanto Fernanda não tinha direito nenhum sob o imóvel na partilha dos bens e no final das contas todos os 378 convidados de sua sogra e algumas pessoas que nunca havia visto na vida comeram e beberam as custas da festa de R$ 300 mil pago pelo seu pai. Somente conseguiu reaver alguns bens móveis comprados por ela e se livrar de Ricardo que foi um atraso em sua vida.

Ok, história triste para a Fernanda mas o que ela poderia fazer? Bom depois do casamento não se podia fazer mais nada mesmo, porém antes do casamento era fundamental buscar uma orientação jurídica e falar claramente a respeito de valores e partilha com ambas as famílias, primeiramente deveria ser realizado um pacto pré nupcial detalhando que o casal recebera de doação a festa de casamento e o imóvel e registrar o percentual de propriedade de cada um sob o imóvel, além de acompanhar o registro do imóvel em especial a lavratura da escritura de doação sendo necessária que seja feito para ambos os nubentes.

Assim Fernanda teria amenizado o prejuízo de se casar com Ricardo, portanto é de suma importância procurar a orientação de um advogado de confiança e amarrar bem os aspectos patrimoniais relevantes com o intuito de preservar o patrimônio que é conquistado com muito esforço e suor.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Patrimônio Financeiro Jul/17


Para começar deixo claro que a planilha que utilizo foi retirado do Blog Ele Não Surfa Nada sou muito grato por essa incrível ferramenta. 

Iniciei a planilha a partir do mês de junho e no final de julho acabei me desfazendo de uma posição na FAMB11 no valor de R$ 9.990,00, apesar de ser um FII (Fundo de Investimento Imobiliário) com excelente inquilino resolvi buscar por diversificação e não consegui reaplicar no mesmo mês, por isso dos - R$9.908, estava estudando alguma renda fixa com garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito, o mesmo que garante a poupança), optei por alocar R$ 20 mil em agosto em uma LC (Letra de Câmbio) de uma financeira pequena do ES que estava pagando 119% do CDI.

A minha carteira de ações é de dar vergonha, investi na hora errada na BRF e conforme as finanças comportamentais, ainda estou tentando me livrar do efeito da disposição e me livrar desse ativo. Aliás esses investimentos foram feitos em 05/2017 logo após o Circuit Break. Infelizmente estava posicionado em JBS nessa data, em outro Post conto a respeito desse Loss que me ancorou e me deixou extremamente avesso ao mercado de ações.

Comentem como foram os seus dias no Circuit Break de 05/2017 estavam posicionado? Assistiu o circo pegando fogo de camarote? Estavam comprados em dólar?

Primeiro Post

Prezados Internautas,

Esse primeiro post é apenas uma introdução do que pretendo divulgar neste Blog.

Sou novo nesse assunto de postar em blog portanto estou aberto a sugestões e críticas desde que seja construtivas e não meramente vexatória e ofensiva.

Vou tentar divulgar semanalmente minhas estratégias de investimento e a evolução dos meus investimentos, além de falar um pouco de finanças, economia, direito, política e outros assuntos que estiverem em discussão na mídia e tenha relação com investimentos.

Não vou incluir meu perfil profissional pois pretendo manter a postagem no blog de forma anônima mas conheço um pouco do mercado financeiro porém não esperem nenhuma informação privilegiada de insider trader, somente comentarei informações públicas.

Agradeço desde já o Blog Ele Não Surfa Nada, utilizarei da planilha maravilhosa que ele criou e divulgou para demonstrar a evolução dos meus investimentos.

Forte Abraço!

O sedutor mercado da bolsa

Investidores da blogosfera! Quero deixar claro desde o início desse post que minha intenção não é incentivar e nem desestimular ningué...